Quem deve ser o volante titular no Inter?

Há alguns dias se discute sobre a titularidade entre Rodrigo Dourado e Gabriel e há muitas críticas em volta disso. Aqui, iremos colocar isso em debate, mas mostrando os pontos de cada um. Mesmo em fim de contrato, Dourado vem reconquistando seu espaço, após perder para Gabriel e Liziero. O jogador é visto como útil pelo técnico Mano Menezes e, nos jogos que fez, desempenhou bem suas funções.

Por outro lado, Gabriel chegou e logo ganhou a vaga de titular, sendo um dos pilares de Medina no meio-campo. Os dois já atuaram juntos com Mano e Dourado teve uma função diferente. Com Gabriel em campo, Dourado foi responsável por atacar mais a área, foi assim que deu a assistência para o gol do Alemão contra o Independiente Medellín. Nesse jogo, os dois revezavam (um atacando e outro fazendo a cobertura), mas quem mais tinha liberdade em se projetar a frente era Dourado.

As características deles são diferentes, mas podem fazer a mesma função. Dourado é um jogador de combate. Eficiente no 1×1 defensivo, nas bolas áreas e, com Mano, parece conseguir ocupar melhor os espaços (fazendo bons deslocamentos), algo que se tornou difícil devido a cirurgia no joelho. Apesar disso, tem dificuldades em ser agressivo no passe e aproveitar o espaço às suas costas para progredir em campo.

Já Gabriel é mais agressivo com a bola no pé, tanto em condução quanto no passe mais vertical (viradas de jogo e passe entrelinhas). Não é atoa que está no TOP3 jogadores do Inter na temporada com mais passes verticais na temporada. Além disso, tem bom deslocamento e tem um bom timing para pressionar o adversário e fazer o desarme.

Mano vem tendo essa dúvida e, nos últimos jogos, optou por Dourado como titular. Nos treinos vem seguindo com essa mesma decisão.

Comentários do Facebook

- Publicidade -