Ramírez é cobrado pela direção do Internacional

Técnico recebe conselhos sobre o modo que o time vem jogando

0

Miguel Ángel Ramírez está na corda bamba e qualquer resultado ruim poderá derrubá-lo do comando do Internacional. A direção colorada bancou a permanência do espanhol, mesmo após a derrota por 5×1 contra o Fortaleza. Entretanto, houve uma reunião para definir os rumos da equipe.

Foram tratados temas como adaptações, modelo de jogo e a evolução que a equipe vem apresentando (ou não) nas últimas partidas. Além disso, mudar sete jogadores de um jogo para a outro foi visto como algo ruim pela cúpula do Internacional, que antes não vinha se metendo no trabalho do técnico.

Ramírez continuará tendo liberdade para escalar a equipe como bem quiser. Sobretudo para criar estratégias com o objetivo de surpreender os adversários. Mas, não deverá mais trocar meio time. Aliás, ele nunca repetiu uma escalação em partidas seguidas.

O que Ramírez precisa mudar no Internacional?

Conforme informações do GE.com, Ramírez ouviu atentamente a conversa e considerará as opiniões. Além disso, o treinador acredita que o seu modelo de jogo vem sendo absorvido pelos jogadores. As principais fragilidades são vistas no setor defensivo, o Inter já tomou sete gols no Brasileirão e tem a pior defesa do torneio.

Quando o Inter está com a bola, os zagueiros e os laterais ficam tocando a bola, sem produzir nada. Isso faz com que exista uma demora até chegar ao campo ofensivo e causa irritação em boa parte dos torcedores. Por outro lado, impede que o adversário crie jogadas, na maioria dos jogos.

Os pontas também são pouco acionados, Patrick não está rendendo nem perto do que fez na última temporada, embora continue lutando dentro de campo. Mais adequado seria rever a formação, algo que o Ramírez disse no passado ser algo possível, embora ainda não tenha feito de modo definitivo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.