Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Ronaldinho Gaúcho tentou tirar sarro do Internacional e foi impedido

Ex-meia, Deco falou sobre a conquista do Mundial de Clubes do Internacional sobre o Barcelona. O Colorado enfrentou os espanhóis na final e conseguiu levantar o título do torneio pela primeira vez na história.

O ex-meio-campista foi questionado sobre uma situação envolvendo Ronaldinho Gaúcho e uma camisa do Grêmio por baixo para tirar sarro do Internacional. Apesar dos boatos, Deco revelou que não tem conhecimento sobre o assunto.

“Acho que é mentira. Eu acho que não. Não sei, não lembro”, disse o ex-jogador, questionado em entrevista com o jornalista Rica Perrone.

Deco revelou detalhes sobre a preparação do Barcelona para o Mundial de Clubes. Ele revelou que a equipe estava tendo uma maratona de jogos, porém o técnico Rijkaard optou por manter o mesmo time que já havia jogado pelo Campeonato Espanhol.

“Esse Mundial foi muito confuso. Não sei se era cultural. A gente já estava sem o Eto’o, machucado e sem o Messi, que já começava a ser importante. A gente jogou em um sábado contra o La Coruña na Espanha, viajamos domingo e jogamos na quarta contra o América-MEX com o mesmo time”, salientou o ex-jogador.

“Eu achei que o Rijkaard, nosso treinador, tinha que ter rodado o time, descansado. Eu sabia que o Inter estava há um bom tempo treinando lá. Voando fisicamente”, finalizou.

A preparação do Barcelona para enfrentar o Internacional

Deco ainda disse que o treinador deu uma folga aos jogadores um pouco antes da partida contra o Internacional. Apenas o ex-jogador e Deco foram contra a situação, então os atletas foram liberados para descansar.

“Na sexta-feira o Rijkaard deu uma folga aos jogadores. Não entendi muito bem e fiquei meio revoltado. A final era domingo e não tinha sentido dar folga porque o pessoal queria fazer compras. Mas era eu e o Puyol só contra todos os outros. E o treinador disse que não tinha problema”, destacou Deco.

“Chegamos no jogo e o time caiu fisicamente. O Inter cresceu e perdemos. Foi isso. Eu ligava pro Mundial, eu queria ganhar. O mérito é do Inter, que foi concentrado, sério, correu pra caramba. No futebol você pode ser melhor, mas se não estiver preparado você vai ter problema”, afirmou.