Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Saci, do Inter, foi acusado de importunação sexual

O mascote Saci, do Inter, foi acusado de importunação sexual no último domingo (25). Isso porque uma repórter fez um boletim de ocorrência na delegacia do estádio do Beira-Rio para prestar contra o funcionário que se veste de mascote do Colorado. O caso, segundo ela, ocorreu logo após o terceiro gol do Inter no Gre-Nal 441.

De acordo com Gisele Kumpel, que trabalha na Rádio Monumental, o mascote ficou incomodando ao longo de todo o jogo. Ela relatou que, desde o primeiro tempo, o Saci ficou próximo, fazendo vários gestos. O principal ato foi próximo ao final do jogo, quando o Inter balançou as redes após o pênalti marcado em seu favor.

“Quando deu o pênalti para o Inter, tive uma sensação de que ele ia me tirar do sério. Quando deu o gol, fez mais gestos para mim e quando percebeu que ignorei, ele me abraçou e com uma mão nas minhas costas, deu uma levantadinha na máscara e me deu um beijo, quase na boca. Senti o estalo e o suador que ele estava. Dei uma leve empurrada porque me assustei”, afirmou a repórter.

Minutos após o ocorrido, ela relata que entendeu o que tinha acontecido e “teve uma crise de choro”. Então, ela procurou a Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (ACEG) para buscar orientação de como proceder. Após isso, foi à delegacia da Polícia Civil no estádio Beira-Rio e fez um Boletim de Ocorrência contra o funcionário.

Inter responde por ato do mascote

O Inter foi procurado para falar sobre o tema. O clube informou que “como habitual, disponibilizará imagens do seu circuito de monitoramento para a elucidação dos casos. Tanto as ocorrências de arremessos de cadeiras oriundas da torcida visitante, que atingiram torcedores do Internacional, quanto a denúncia registrada por profissional da imprensa serão acompanhadas pelo Clube para a adoção das medidas cabíveis”.