Seletiva da Libertadores: Inter eliminou o Grêmio em 1999

Na Seletiva para a Libertadores, em 1999, o Internacional eliminou o Grêmio e avançou na competição. O torneio, disputado somente naquele ano, dava uma vaga a um time brasileiro no principal campeonato do continente na temporada seguinte. Entretanto, o Colorado não conseguiu ir adiante depois de eliminar o rival.

A Seletiva foi criada com o objetivo de dar uma vaga a uma equipe na Liberta do ano seguinte, em 2000. Na oportunidade, a CONMEBOL havia mudado o sistema da competição e adicionado equipes, de 26 para 32. Assim, o Brasil passou a ter mais uma vaga.

Para resolver essa questão, a CBF reuniu 15 times da primeira divisão do Campeonato Brasileiro, em um sistema de mata-mata com jogos de ida e volta.

Primeiro, o Colorado teve que passar pelo Flamengo. No jogo de ida, venceu por 1 a 0, e na volta empatou em 1 a 1. Com um 2 a 1 no agregado, avançou para as oitavas de final. O adversário seria o maior rival, que passou pelo Santos vencendo as duas partidas.

Inter eliminou o Grêmio, mas não conseguiu ir para a Libertadores

Em ambos os jogos, os rivais empataram em 1 a 1. A eliminatória foi decidida no critério de desempate. Quem tivesse tido a melhor campanha no Brasileirão se classificaria. Como o Clube do Povo havia sido 16º e os gremistas ficaram em 18º, o lado vermelho levou a melhor.

No entanto, o Colorado ficaria pelas quartas de final. O adversário foi o então Atlético Paranaense, que ganhou o jogo de volta por 2 a 1, e se classificou por 3 a 2 no placar agregado.

Os paranaenses seguiram firmes na competição e bateram o Cruzeiro na decisão. Ficando, assim, com a vaga na Libertadores. O Furacão crescia naquela época, tanto que venceram o Brasileirão 2001.

Comentários do Facebook

- Publicidade -