Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Seu madruga do futebol? Corinthians passa fiasco e não paga dívida com o Cuiabá

O Corinthians está passando por dificuldades financeiras na janela de transferências. Até o momento, o clube não pagou a primeira parcela referente à compra de Raniele junto ao Cuiabá. Na transação, o Alvinegro investiu 800 mil euros (cerca de 4,2 milhões de reais). Por conta disso, o Dourado não assinou a rescisão de contrato do jogador.

O Cuiabá está fazendo jogo duro para aceitar a transferência de Raniele. O profissional segue com o nome ligado ao Dourado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. A equipe mato-grossense aguarda o pagamento da primeira parcela para acertar a liberação do profissional na atual janela de transferências.

Desta forma, o Timão não consegue regularizar o volante para que ele possa estrear. A situação assusta nos bastidores, porém a tendência é de que o Corinthians pague a quantia nos próximos dias. O clube pretende contar com os serviços de Raniele e não vai deixar que o jogador continue pertencendo ao Cuiabá.

O Corinthians será um dos rivais do Internacional durante a disputa do Campeonato Brasileiro. A equipe paulista está realizando um investimento forte na janela de transferências, porém segue endividada e apresenta dificuldades para fazer os pagamentos contratuais.

Corinthians repete investimento do Inter

O Internacional também está fazendo um grande investimento na janela de transferências. A principal contratação do Clube do Povo foi o atacante Rafael Borré, de 28 anos, que foi anunciado no início da semana. O profissional assinou contrato até 2028, porém ainda precisa concluir o vínculo de empréstimo em atividade com o Werder Bremen.

“O Internacional comunica que o atacante Rafael Borré vestirá o manto vermelho em 2024. O Clube informa que assinou acordo com Borré e o Eintracht Frankfurt para uma transferência de forma definitiva. Oportunamente informaremos a data específica da chegada do atleta. O contrato com o Colorado será válido até dezembro de 2028”, disse o Inter.