Sul-Americana 2022 tem árbitro de vídeo?

A primeira fase da Copa Sul-Americana 2022 não contará com o árbitro de vídeo. O VAR só entra na competição a partir das oitavas de final. Da mesma forma, a Libertadores também não conta com o recurso durante a fase de grupos. A ausência do VAR nas fases preliminares das competições é algo que já havia sido contestado.

A Conmebol arrecada cada vez mais com a Libertadores, com dinheiro vindo dos patrocinadores e da televisão. Consequentemente, adiciona mais equipes ao torneio e aumenta a premiação. Porém, a arbitragem de vídeo é “esquecida” e relegada à fase final do campeonato.

Dessa forma, a Sula sofre também por ser a segunda maior competição organizada pela Confederação. Da mesma maneira que a Liberta, o torneio tem um desequilíbrio por não haver o mesmo benefício nas duas fases. No caso da Sul-Americana, o prejuízo pode ser maior, inclusive.

No torneio, só avançam para as oitavas de final os líderes de cada grupo. Ou seja, qualquer erro mais grave da arbitragem em campo não poderá ser corrigido, e será determinante para o destino dos clubes envolvidos.

Na Sul-Americana 2022, o Fluminense sofreu com a falta de VAR

Como dito anteriormente, a reclamação da falta de árbitro de vídeo começa nas fases preliminares da Libertadores, antes mesmo da 1ª fase das competições.

Diante do Olímpia, no segundo jogo da última eliminatória antes da primeira fase, o time de Abel Braga teve um gol mal anulado. O gol de David Braz, logo no início da partida, daria a classificação aos cariocas para a Libertadores.

Assim, o Flu foi eliminado e terá de jogar a Sul-Americana. O destino do clube no torneio foi determinado pela falta do VAR.

Comentários do Facebook

- Publicidade -