Taison volta a jogar pelo Inter e faz a diferença na Sul-Americana

O regresso de Taison ao Inter atendeu as expectativas do torcedor. Depois de quase um mês sem atuar, o capitão retornou na goleada que marcou a classificação do Inter para as oitavas de final da Sul-Americana e acabou sendo um dos principais jogadores da partida.

Embora não tenha iniciado como titular, o camisa 7 ingressou ao time na primeira etapa, por conta da lesão de Maurício. Contudo, foi a partir do segundo tempo que Taison apresentou suas valências técnicas.

Mesmo sem ritmo de jogo, a tradicional imposição ofensiva nãoo deixou de ocorrer. O capitão liderou as ações de ataque e contribuiu com participações diretas nos gols da equipe.

Na primeira ocasião, Taison cruzou rasteiro e após corta-luz de Bruno Méndez, Dourado caprichou na conclusão. Depois disso, o camisa 7 cruzou com perfeição para Cadorini, que furou em bola. No rebote, Estevão carimbou a goleada.

Taison mostrou sua importância ao time

Apesar da idolatria, o jogador tem sido criticado, por conta das frequentes ausências desde que retornou a Porto Alegre. No último episódio em que se lesionou, Taison completou um total de 100 dias de afastamento por lesões, algo que gerou cobranças do torcedor.

Entretanto, como todos os grandes ídolos, o meia-atacante precisou apenas de uma atuação convincente para retomar a relação. Depois da partida, Taison foi saudado nas redes sociais e teve seu regresso celebrado pelo torcedor.

Resta ao treinador colorado encontrar espaço para todos os meias de qualidade. No duelo com o 9 de Octubre, Alan Patrick não pôde atuar, pois não estava inscrito na fase inicial da Sul-Americana. No entanto, o camisa 10 volta a ficar a disposição. Outro titular absoluto tem sido Carlos De Pena, o uruguaio assumiu a posição desde a chegada de Mano.

O próximo duelo alvirrubro ocorre na segunda-feira (30), pela oitava rodada do Brasileirão, contra o Atlético Goianiense, no Beira-Rio.

Comentários do Facebook

- Publicidade -