Técnico prevê um novo Internacional com a chegada de reforços

Após a derrota para o Atlético-MG, neste domingo (10), o técnico Alexander Medina se mostrou otimista com a chegada de reforços. O treinador falou em elevar o nível da equipe com a inclusão dos reforços que chegaram e ainda podem chegar. Enquanto isso, o torcedor colorado aguarda a evolução do time.

“Queremos de forma imediata construir uma equipe. Temos de pegar os jogadores que temos, os que estão chegando e os que se recuperam de lesões. Temos sofrido muito nos últimos tempos. Temos jogadores que estão chegando e podem nos fazer dar um salto. Quando tivermos todos, seremos uma equipe mais dura. Quando tivermos todos, a equipe crescerá”, afirmou.

Para o próximo jogo, contra o Guaireña, pela Sul-Americana, o treinador deverá contar com Wanderson. Além do ponta, Moisés também se recupera de lesão e pode retornar em breve. O zagueiro Vitão foi anunciado recentemente, e outros reforços ainda podem pintar no Beira-Rio.

“Tem o Vitão (zagueiro que já foi apresentado) que chegou nos últimos dias. Ele vem para somar. Alguns jogadores podem chegar nestes dias que restam. Vamos tratar de incorporar e ter uma briga interna mais acirrada. Temos 48h para incorporar atletas. A direção está trabalhando”, finalizou.

O técnico teve mais um período para treinar o Internacional e não surtiu efeito

Antes da estreia na Sul-Americana, no dia 6, contra o 9 de Octubre, o uruguaio e sua comissão tiveram duas semanas para trabalhar. O Internacional ficou sem jogar do dia 23 de março, quando foi eliminado no Gauchão, até o dia da estreia na Sula.

No entanto, o desempenho dentro de campo contra 9 de Octubre e Atlético-MG foi o mesmo do começo da temporada.

Este foi o terceiro espaço de tempo no calendário que Medina teve para treinar a equipe, algo raro no futebol brasileiro. Anteriormente, ele pôde contar com 13 dias que antecederam a partida pela Copa do Brasil e a pré-temporada.

Comentários do Facebook

- Publicidade -