Thaigor Janke: Inter tenta repatriar Yuri Alberto; saiba detalhes

O jornalista Leonardo Meneghetti trouxe em seu canal do youtube, a peça que faltava para um quebra-cabeça. O Inter está tentando a contratação de Yuri Alberto. Centroavante de 21 anos, que ainda em 2022 foi a maior venda da história do clube.

Ainda na zona mista do Beira-Rio, após o jogo contra o Flamengo, o presidente Alessandro Barcellos me deu uma pista sobre o assunto. Quando questionado sobre a negociação com Brenner, do Cincinatti, Barcellos deixou escapar que existe um ficha 1, uma contratação que poderia ser melhor que a do ex-São Paulo. “Estamos tentando”, foi a frase utilizada pelo dirigente.

O caminho do Inter para tentar esta repatriação passa pela FIFA. A direção tem confiança de que a entidade máxima do futebol, irá emitir uma portaria que amplia o prazo para contratos unilaterais de jogadores estrangeiros que atuam em Rússia e Ucrânia. Com isto, para fechar com Yuri, bastaria o jogador entrar em um acordo com o Internacional.

A opção já foi buscada pelo Internacional, logo depois da venda. Mas Yuri rechaçou, já que recém havia chegado no clube russo. Após meia temporada atuando por lá, Yuri foi destaque na campanha do título russo. A possibilidade de paralisação do campeonato russo na próxima temporada, em função dos conflitos, faz com que os jogadores tenham uma insegurança no retorno para o leste europeu. E é neste ponto, que a direção tenta atuar.

O Inter já sabe que para repatriar Yuri precisaria bancar o salário. Pouco mais de 1 milhão de reais por mês. O vínculo seria curto, até o fim do ano apenas. Mas a direção está disposta a fazer este esforço para reforçar a equipe até o fim de 2022, nas campanhas de Sul-Americana e Brasileirão.

Não há um avanço ainda, ou um encaminhamento. Mas existe a tentativa. Enquanto isto, o negócio com Brenner fica um pouco de lado. O foco colorado está na possibilidade de retorno de Yuri.

Comentários do Facebook

- Publicidade -