Time de Ramírez perto de anunciar joia da base do Inter

- Publicidade -

- Publicidade -

Comandado por Miguel Ángel Ramírez, o Charlotte FC está próximo de contratar o atacante Vinicius Mello, do Internacional, segundo informação do jornalista Taylor Twellman, da ESPN americana. O clube negocia com outros atletas do futebol brasileiro e já expressou o desejo de trazer Marcelo Lomba e Rodinei.

Ex-Internacional, o comandante está montando o elenco do Charlotte FC que vai disputar a MLS pela primeira vez na história. Depois de sondar vários velhos conhecidos, o nome da vez é o de Vinicius Mello, que é reserva no Colorado e no momento está lesionado.

- Publicidade -

O jogador de 19 anos estava entrando no fim das partidas e fez oito jogos pelo Inter na Série A, mas sofreu uma fratura no pé em setembro e só retorna aos gramados de forma oficial na próxima temporada.

O Colorado ainda não se pronunciou sobre o interesse do Charlotte FC, mas é certo que o atacante vai ser vendido caso a proposta agrade aos dirigentes, já que um dos maiores objetivos da direção é lucrar com a transferência de atletas para sanar as dívidas.

O Internacional mantém cautela e só vai falar sobre mudanças para a próxima temporada após o fim do Campeonato Brasileiro 2021, mas os dirigentes já expressaram a vontade de reformular o elenco e alguns jogadores serão transferidos na janela de transferências.

- Publicidade -

A campanha do Inter em 2021

A fraca campanha do Colorado na reta final do Brasileirão foi um dos maiores motivadores para a mudança de postura da direção, que ainda deve anunciar reforços para assumir a titularidade em 2022. O dirigente Emílio Papaléo Zin concedeu entrevista após a derrota para o Atlético-GO, em que falou sobre o ano do Internacional e reforçou o desejo de mudança.

“Vamos fazer o balanço após o último jogo. O que posso dizer é que o ano de 2021 não foi o que pensávamos. Tivemos alguns tropeços, mas também algumas correções de rumo. Ninguém está aqui passando panos quentes, sabemos os problemas. Temos uma análise, um diagnóstico, sabemos o que está errado. A pior coisa é não saber por que se ganha, se perde ou se empata. Nós, enquanto diretoria, não estamos satisfeitos”, afirmou o dirigente.

Comentários do Facebook

- Publicidade -