Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Vagner Martins revela FANTASMA espantado por Eduardo Coudet

Em coluna na GZH, o jornalista Vagner Martins demonstrou preocupação com a estreia do Inter na Copa do Brasil. Isso porque o comunicador lembra da eliminação recente para o Globo-RN, em 2022, quando o Colorado saiu na primeira fase da competição nacional. Além disso, ele aproveitou para falar sobre a segurança que Eduardo Coudet passa.

“Agora posso admitir. Lá no fundo, tinha uma preocupação com a estreia, por conta do  histórico do Inter na Copa do Brasil. Mas Coudet está acabando com esse ‘medo’ presente sempre que enfrenta times de menor expressão. Aliás, não importa a grandeza do inimigo. O Inter 2024 está muito seguro”, salientou Vaguinha.

O jornalista destaca que o Inter teve facilidade para vencer o ASA de Arapiraca. A equipe nordestina dificultou em alguns momentos, porém o Colorado dominou a partida e conquistou a vitória por 2 a 0, com gols de Lucas Alario e Vitão.

O jogo contra o ASA trouxe alguns minutos de dor de cabeça. Antes e depois do gol de Alario, que saiu aos cinco do primeiro tempo. O centroavante argentino fez mais um e já justifica sua contrataçãoAs pernas dos magrinhos do time alagoano cansaram, e o Inter controlou o jogo“, dispara o comunicador.

Vaguinha demonstra preocupação no time de Eduardo Coudet

Apesar dos elogios, o jornalista Vagner Martins segue preocupado com uma situação que envolve o Inter. Isso porque o clube não estipulou uma previsão de retorno para Sergio Rochet e ressalta a necessidade de trazer um reforço no setor. Por enquanto, Coudet utiliza o jovem Anthoni, que ainda não passa a segurança necessária.

“Precisamos de um goleiro para encarar o primeiro semestre. A direção tem até o dia 7 de março para contratar. E vai! Não descartem um estrangeiro, já que De Pena está de saída. Trazendo um bom goleiro, com os retornos de Mercado e Valencia, e com os novos reforços prontos, estaremos sempre muito seguros em 2024. Contra fantasmas ou contra gigantes”, afirma Vaguinha.