Inter cresce no segundo tempo e bate Vitória pela Copa do Brasil

0

O Internacional derrotou o Vitória por 1 a 0 na noite desta quinta-feira, no Barradão, em partida válida pelo duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O gol da vitória colorada foi marcado por Thiago Galhardo, de pênalti.

O jogo de volta está agendado para a próxima quinta-feira, às 21h30, no Beira-Rio. Antes, o time de Miguel Ángel Ramírez volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Clube do Povo vai enfrentar o Fortaleza no domingo, às 16h, na Arena Castelão.

Além do jejum do título nacional desde 1992, o Inter precisa desta classificação pela questão financeira. A ida para as oitavas de final vai render R$1,7 milhão aos cofres colorados. O clube fechou o primeiro trimestre deste ano com um déficit de R$31 milhões.

Foto: Reprodução Twitter/Internacional

Melhores momentos de Inter x Vitória pela Copa do Brasil

Primeiro tempo sonolento do Internacional. No padrão de jogo habitual de Miguel Ángel Ramírez, o time tinha a bola (mais de 75% de posse), mas a rodava no seu campo defensivo, sem agredir o adversário. O Vitória começou com uma marcação alta e diversos jogadores no último terço, encurtando a distância para a linha defensiva colorada.

Como também é de costume, o Colorado passou a ceder contra-ataques perigosos. Na primeira oportunidade, David disparou, mas Johnny (um dos poucos destaques da equipe) recuperou bem. Na segunda, Guilherme Santos finalizou para boa defesa de Daniel.

Aos 38′, o Inter consegue criar a sua primeira grande chance no jogo. No contra-ataque orquestrado por Taison após roubo de bola, Patrick cruzou rasteiro para Edenilson, que pegou de primeira e isolou.

SEGUNDO TEMPO

Mais ligado na segunda etapa, o time de Ángel Ramírez rompendo a linha mais alta de marcação adversária, que já não pressionava mais. Logo aos 5′, Taison deu passe em profunidade para Caio entrar livre na área, mas o atacante chutou em cima de Ronaldo.

Com mais jogadores pisando no terço ofensivo, o Colorado chegou ao seu gol. Aos 26′, o zagueiro Wallace agarrou Thiago Galhardo (que substituiu Yuri Alberto) dentro da área e o juiz Marcelo de Lima Henrique marcou a penalidade. O próprio Galhardo cobrou e fez seu décimo gol na temporada.

Antes de dar vaga a Lucas Mazetti, Taison ainda chegou a mandar uma bola na trave. O Vitória também reclamou um possível pênalti de Lucas Ribeiro em Roberto minutos depois. Boschilia teve chance de ampliar a vantagem no finalzinho, mas o placar se manteve até o fim da partida.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.