Zicou o Internacional? Atacante foi duas vezes rebaixado contra o Fluminense

O atacante Ariel Nahuelpán não traz boas lembranças aos torcedores de Internacional e Coritiba. Além da falta de qualidade técnica, o argentino atuou no ano, em que os dois clubes foram rebaixados na Série A do Brasileirão, sendo as duas atuações contra o mesmo adversário. Isso faz com que seja rechaçado a ideia do centroavante regressar ao Brasil, já que a inevitável fama de “azarão” ficou tatuada na carreira.

O primeiro descenso ocorreu em 2009, no ano do centenário da equipe paranaense. Apesar de não fazer uma temporada ruim, Ariel presenciou a queda do Coxa para a Série B, em um dos jogos mais violentos da história do futebol, visto que, após o apito final, a Torcida Organizada Império Alviverde invadiu o campo e agrediu jogadores, árbitros e policiais.

O segundo episódio, em que Ariel fez parte de um rebaixamento foi em 2016, quando fazia parte do elenco colorado. Contratado em meados da temporada, o argentino pouco jogou com a camia alvirrubra, mas novamente, contra o Fluminense, o gringo presenciou a primeira queda colorada para a segunda divisão.

Ariel voltou a aparecer no caminho do torcedor colorado em 2017

A lembrança negativa com o jogador voltou a ocorrer no ano de 2017. Dessa vez, Ariel vestia a camisa do Barcelona de Guyaquil e enfrentou o Grêmio nas semifinais da Libertadores. O argentino substituiu Jonathan Alvez no primeiro confronto e proporcionou um dos lances mais emblemáticos da história gremista. Trata-se do chute defendido por Marcelo Grohe, que apresar de ter feito um milagre partiu de uma bola praticamente sem goleiro, na qual o centroavante desperdiçou.

Atualmente, Ariel veste a camisa do Peñarol e está com 34 anos. A última passagem pelo Brasil foi exatamente a de 2016, pelo Colorado.

- Publicidade -