Aguirre abre o jogo sobre deixar o Internacional rumo ao Uruguai

- Publicidade -

- Publicidade -

Cotado recentemente pela imprensa uruguaia para comandar a seleção celeste, Aguirre falou sobre deixar o cargo de treinador do Internacional.

A seleção do Uruguai vive uma fase complicada. Atualmente na sétima colocação das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, corre risco de nem ao menos disputar a repescagem para o mundial.

Os uruguaios precisam vencer os confrontos diretos com Chile, Peru e Colômbia para ficar na quarta colocação e garantir vaga no mundial do ano que vem. Apenas um ponto separa estas quatro equipes na tabela.

- Publicidade -

Por isso, Óscar Tabárez e seus comandados estão cada vez mais pressionados.

Tido como um dos principais treinadores uruguaios desde a sua primeira passagem pelo Inter em 2015, Diego Aguirre é o favorito para assumir o comando da celeste olímpica.

Posicionamento de Diego Aguirre

- Publicidade -

“Não tenho na minha cabeça outra coisa que não seja o Inter. Não recebi nenhuma ligação. Estamos planejando e falando sobre possíveis contratações. Estamos esperando o que acontecerá em termos de classificação para a Libertadores”, disse Aguirre em coletiva após a derrota para o Cuiabá, na noite desta quarta-feira (17).

Para o treinador, esses rumores só atrapalham o trabalho no Inter. Segundo ele, o foco agora é certar a equipe que tem oscilado o desempenho nos jogos e melhorar o mais rápido possível. Classificar para a Libertadores e, depois disso, projetar o ano de 2022.

Aguirre ainda elogiou o elenco e falou sobre possíveis contratações, o que pode indicar a sua permanência no Beira-Rio.

“Nós temos jogadores experientes. Temos de ver as necessidades do time. Estamos trabalhando para isso. Seguramente, vamos fazer incorporações, mas acho que não é o momento de falar isso. Agora o foco é nos próximos jogos”, finalizou o técnico.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

8 técnicos para comandar o Internacional em 2022