Aguirre fala sobre vaga na Libertadores e futuro do Inter

- Publicidade -

- Publicidade -

O técnico Diego Aguirre falou sobre o principal objetivo do Inter, a vaga direta na Libertadores. Em coletiva após o empate com o Santos em 1 a 1, na noite deste domingo (28), o treinador admitiu os erros da equipe e a dificuldade que se tornou a classificação para a principal competição sul-americana de clubes.

Com o empate válido pela 36 ª rodada do Campeonato Brasileiro, a situação do Inter ficou complicada. Na 9ª colocação com 48 pontos, o Colorado pode ver o oitavo colocado Ceará ultrapassar o 7º, o Fluminense, e se distanciar ainda mais.

O que Aguirre falou

- Publicidade -

O uruguaio foi questionado sobre os erros da equipe contra o Santos.

“Quando tomamos o gol, ficamos um pouco perdidos. Tivemos momentos ruins, mas não em todo o segundo tempo. Depois, o time procurou e teve situações claríssimas de gol. A bola não entrou e acabamos empatando o jogo. Obviamente sabíamos que tínhamos de ganhar, mas temos de continuar trabalhando para ganhar o próximo jogo. Temos mais dois jogos que tentaremos ganhar”, comentou.

- Publicidade -

 Depois, Aguirre foi perguntado a respeito das alterações que fez no time ao longo da partida – um ponto discutido pela torcida do Inter nas últimas rodadas.

“Johnny estava com amarelo e corria o risco do segundo cartão. Ele era o único volante de contenção. Essa foi a razão da troca. Palácios vem com uma continuidade de jogos, estava caindo um pouco de rendimento. Também teve uma situação tática. Estávamos com dificuldade na hora de posicionar o time. Colocamos três zagueiros para arrumar isso e buscar alternativas”, esclareceu o técnico.

Por fim, Aguirre falou sobre as duas últimas rodadas e o objetivo do clube.

“Temos de continuar trabalhando para acabar o ano com duas vitórias. Vamos ver se será suficiente para alcançar os objetivos. Sabemos que está difícil, mas poderemos tirar conclusões com mais certeza quando o ano acabar”, finalizou.

Comentários do Facebook

- Publicidade -