Entenda como será o futuro de Falcão no futebol

Após sua passagem pelo Internacional em 2016 por apenas cinco jogos, no ano fatídico que levou o Colorado para a segunda divisão do Brasileirão, Paulo Roberto Falcão continua sendo uma dos maiores jogadores do clube. Agora, surgiram questionamentos para que ele se torne executivo de futebol.

Além de defender e treinar o Inter, também fez história como jogador da Seleção Brasileira e da Roma, da Itália. Em uma entrevista recente na Rádio Gaúcha fez surgir à possibilidade de deixar de ser técnico para assumir a nova função.

“Penso em continuar trabalhando como treinador, apesar de muitos amigos meus dizerem que eu tenho tudo para ser diretor executivo. Eles acham que eu tenho história, tenho conhecimento, que eu vou saber escolher o técnico com base nas características dos jogadores, que a imprensa vai me respeitar”, disse Falcão sobre a possibilidade de mudança.

Ainda que seja somente uma possiblidade e que não há nada certo, e nem propostas, essa já é uma questão para ele.

“Comecei a pensar também nessa possibilidade, de ser aquele que segue a política do clube e que escolhe o técnico, os jogadores, junto ao presidente e que tem o marketing e o financeiro do lado. Cheguei a pensar vagamente nisso, de ser aquele manager do clube”, afirma Falcão.

O Falcão pode se tornar executivo de futebol do Inter?

Ainda não se tem nenhuma confirmação de que Falcão largará a aposentadoria. O que ele afirmou foi que talvez não devesse ter aceitado treinar o Inter naquela época, já que não conhecia o time.

“Talvez eu não devesse ter aceitado o Inter nessa última passagem. Não conhecia o grupo, jamais imaginei que seria convidado por motivos que não vêm ao caso. Acho que não esperava assumir em uma quarta, jogar domingo, domingo, quinta e domingo e ser demitido. Pensando hoje, talvez não tivesse assumido”, relatou o ídolo do Internacional.

Comentários do Facebook

- Publicidade -