Especulado no Inter, Lisca deixa o Vasco após menos de 2 meses no comando

- Publicidade -

- Publicidade -

O técnico Lisca pediu demissão do Vasco da Gama depois da derrota para o Avaí. O clube tenta o acesso para a Série A, mas está na 9° posição com 32 pontos. O treinador foi cogitado no Internacional antes da chegada de Diego Aguirre.

O Vasco perdeu por 3 a 1 para o Avaí na segunda-feira (6), no Estádio da Ressacada, em partida válida pela 23° rodada da Série B. Com os resultados recentes e sem estar dentro da meta estipulada pela diretoria vascaína de terminar a competição no G-4, Lisca pediu demissão do clube nesta quarta-feira (8).

- Publicidade -

O treinador comandou o América-MG de janeiro de 2020 até junho de 2021 e conquistou o acesso para a Série A. Ele pediu demissão do clube mineiro depois de um período de resultados ruins.

O Internacional sondou a contratação de Lisca e o técnico esteve muito próximo de comandar o clube, mas os dirigentes do Colorado acabaram optando pela contratação de Diego Aguirre.

As declarações após a demissão

- Publicidade -

Após a demissão do Vasco, Lisca mandou um vídeo no comunicado do Vasco. “Desejo um grande final de campeonato, que o Vasco busque o objetivo, que é o acesso. Que faça jogos melhores que conseguiu fazer comigo. É uma tristeza muito grande, é uma oportunidade que eu tentei durante 30 anos, para buscar espaço num clube como o Vasco. Mas chega um momento que tem que hombridade para saber que o trabalho não funcionou. Por isso, tomei essa decisão. Estou passando aqui para agradecer a toda a torcida vascaína. Muito obrigado a todos, espero um dia poder voltar a esse grande clube, numa outra situação”, afirmou o treinador.

O Vasco também emitiu uma nota oficial esclarecendo a situação: “O Club de Regatas Vasco da Gama informa que Lisca não é mais o treinador do Clube. O profissional solicitou seu desligamento ao Departamento de Futebol nesta quarta-feira (08/09), antes do primeiro treinamento da equipe visando o duelo contra o CRB (AL), pelo Campeonato Brasileiro”.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

8 técnicos para comandar o Internacional em 2022