Ex-dirigente do Inter alerta: “estou muito preocupado”

Vice-presidente do Inter na gestão anterior, Alexandre Chaves Barcellos disse estar preocupado com o momento do time. Em entrevista concedida à Rádio Gaúcha, nesta terça-feira (22), o ex-dirigente fez duras críticas ao começo de trabalho de Alexander Medina. O Colorado tem o pior começo de estadual desde o ano do rebaixamento, em 2017.

“Me parece que temos um decréscimo de atuação do Internacional. Estou muito preocupado com o que vem pela frente. Nós temos que jogar muito melhor que em 2021. Quem viu Inter x São José, certamente ficou preocupado. Ficou difícil de entender o que o treinador quis fazer”, disse.

De fato, o desempenho apresentado pela equipe neste início de temporada não tem sido bom. São três vitórias, três empates e duas derrotas. A defesa é uma das mais vazadas da competição com nove gols sofridos. Além do desempenho geral do time, ele falou sobre Edenilson, citando um exemplo individual abaixo da média.

“Edenílson é o jogador mais importante que nós temos desde 2017 e acaba sendo mal utilizado. Eu não sei o porquê dessa obsessão por técnico estrangeiro”, finalizou.

Inter de 2022 só é melhor que o de 2017

Com a derrota para o São José, por 3 a 2, o Colorado finalizou a oitava rodada do estadual com 50% de aproveitamento. A essa altura da temporada, é o pior desempenho apresentado desde o ano em que foi rebaixado no campeonato nacional.

Em 2017, o time treinado por Antônio Carlos Zago encerrou a oitava rodada do Gauchão com um aproveitamento de 41,66%. Foram duas vitórias, duas derrotas e quatro empates.

Entretanto, aquele time foi melhor em outras competições, perdendo só um jogo em oito na Primeira Liga e Copa do Brasil.

Comentários do Facebook

- Publicidade -