Inter bate o pé e rejeita pedido do Galo

O Atlético-MG pediu ao Internacional para antecipar a partida de domingo (31), às 16h, no estádio Beira-Rio, pela 20° rodada do Brasileirão. A intenção do Galo é aumentar o período de preparação para a partida de Libertadores no meio da semana que vem.

A equipe mineira pediu para antecipar a partida para o próximo sábado (30), porém o Clube do Povo rejeitou a proposta. O Internacional apresentou alguns argumentos para não ter o confronto alterado.

Primeiramente, o Colorado perderia R$ 1,1 milhão com a alteração da data, pois o jogo no domingo passará na RBS TV e garante a cota de TV aberta. Além disso, é a primeira vez da competição que o Inter jogará às 16h (horário é atrativo para o público).

Outro motivo apresentado foi o fato de que o pedido do Atlético-MG ocorreu fora do prazo estabelecido pela CBF. A detentora dos direitos de transmissão também não está interessada na mudança.

Apesar de não estar disposto a jogar no sábado, o Internacional terá um jogo contra o Melgar no meio da semana que vem. O Colorado viajará até Arequipa, no Peru, para enfrentar os adversários na quinta-feira (4), às 19h15, pela ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Inter precisa melhorar a campanha no segundo turno

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro foi encerrado e o Internacional ficou em 7° lugar, com 30 pontos conquistados em 19 jogos (sete vitórias, nove empates e três derrotas). A análise interna é de que o Colorado precisa pontuar mais na segunda parte da competição.

Conforme o estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), os times precisam somar 65 pontos no Brasileirão para ir à Libertadores de 2023. O número pode variar, mas os matemáticos indicam que a pontuação deve garantir a vaga.

Para o Internacional conquistar a pontuação, será preciso ganhar pelo menos mais 35 pontos. O Colorado precisará de cinco pontos a mais em relação aos que foram ganhos na primeira parte da competição.

Comentários do Facebook

- Publicidade -