Inter chega a 100 jogos com Barcellos: confira os números

A partida do Internacional contra o Cuiabá foi a centésima do clube sob a presidência de Alessandro Barcellos. Eleito no fim de 2020 com 16.522 votos, ele assumiu o comando do Colorado em janeiro do ano passado. Com pouco mais de um ano de gestão, o saldo não é positivo e os números falam por si.

Nos 100 primeiros jogos da gestão, o aproveitamento foi de pouco mais de 50%, sendo 41 triunfos, 28 derrotas e 31 empates. Nenhum título foi conquistado até aqui. O máximo alcançado neste período foram dois vice-campeonatos, ambos em 2021, do Brasileirão e do Campeonato Gaúcho.

Além da falta de títulos, o Colorado acumula eliminações desde que o atual presidente assumiu o clube. A principal queda nas competições foi nesta temporada, pela Copa do Brasil. O time foi eliminado pelo Globo-RN, que disputa a quarta divisão do futebol nacional, ainda na primeira fase. Um dos maiores vexames da história do Clube do Povo.

Sob a atual administração, o Internacional virou uma máquina de moer treinadores. Ao todo, quatro técnicos tiveram seus trabalhos interrompidos no Beira-Rio. Foram eles, Abel Braga, Miguel Ángel Ramírez, Diego Aguirre e Alexander Medina. Mano Menezes é o quinto profissional no cargo desta gestão.

O maior êxito da gestão Barcellos foi a venda de Yuri Alberto. O atacante foi vendido no começo deste ano para o Zenit, da Rússia, por R$ 150 milhões, a maior transferência da história do clube.

Em compensação, o alto investimento feito no atacante Carlos Palacios não deu retorno. O chileno deixou o Colorado sem marcar nenhum gol.

Os números da gestão de Alessandro Barcellos no Internacional

  • 100 jogos
  • 41 vitórias
  • 31 empates
  • 28 derrotas
  • 51,3% de aproveitamento
  • 0 títulos
  • Técnicos: Abel, Ramírez, Aguirre, Medina, Mano
  • Maior venda: Yuri Alberto para o Zenit (R$ 150 milhões)
  • Maior compra: Carlos Palacios do Unión Española (R$ 17 milhões)

Comentários do Facebook

- Publicidade -