Inter pode faturar com três jogadores mandados embora

O Internacional pode faturar com três jogadores que foram mandados embora pela direção. Os atletas deixaram o Colorado no último mês, em comum acordo, e o clube mantém uma porcentagem sobre os direitos econômicos de cada um.

O atacante Thiago Galhardo, por exemplo, tem 30% dos direitos econômicos ao Inter. O Ceará mantém 20% e o jogador, que foi emprestado ao Fortaleza até dezembro de 2022, tem uma cláusula para renovar o contrato em janeiro.

Marcos Guilherme também deixou o Colorado no último mês. O Inter tem 30% dos direitos e ele foi transferido ao São Paulo. Rodrigo Dourado tem a mesma porcentagem, sendo vendido recentemente ao Atlético San Luis, do México, por R$ 2,5 milhões.

Além desses jogadores, o atacante Yuri Alberto também aparece como um que tem os direitos ligados ao Internacional. O Colorado tem 10% dele, mas não há cláusula no contrato com o Corinthians para comprarem, então uma transferência não deve acontecer tão cedo.

No elenco, o Internacional segue interessado em liberar jogadores para diminuir os custos com a folha salarial. O clube quer ter dinheiro em caixa para trazer reforços na janela de transferências.

Moledo quer renovar com o Internacional

O zagueiro Rodrigo Moledo tem contrato com o Internacional até dezembro de 2022 e tem interesse em estender o vínculo. O atleta de 34 anos está aguardando um convite da direção do Colorado para que possa permanecer no clube por mais tempo.

A informação sobre o interesse na renovação do contrato é do jornalista JB Filho. A direção ainda tem medo de que o jogador sofra com lesões e considera a idade avançada dele, então vai ter cautela para renovar o vínculo por mais uma temporada.

O clube não quer manter um atleta no elenco que fique parado e tenha um custo considerável na folha salarial. Por esse motivo, a situação de Moledo só deve ser resolvida no final do ano.

Comentários do Facebook

- Publicidade -