Inter vai economizar R$ 11 milhões com jogadores mandados embora

O Internacional se movimentou de maneira ativa no mercado da bola nesta janela de transferências que acaba de chegar na metade. Além de trazer dois jogadores para a posição que mais dava problemas no ataque, o time ainda busca mais atletas. No entanto, não foram nas contratações que o time se destacou e sim na “dispensa” de atletas que geraram grande economia.

Diversos jogadores do time saíram neste meio de temporada, o que aliviou bastante a folha salarial colorada. Antes da abertura da janela, os salários dos atletas custavam ao Clube do Povo cerca de R$ 10,5 milhões todos os meses. Agora, com as diminuições, a equipe está com a folha salarial de somente R$ 8,3 milhões que chegou aos R$ 7,7 milhões antes das novas contratações.

No total foram R$ 2,2 milhões economizados todos os meses, se somarmos todos os que faltam no ano e também o 13º do período. A diretoria do Internacional conseguiu uma grande economia até o final desta temporada. A estimativa é de que o time gaúcho deixará de gastar mais de R$ 11 milhões em salários. Esses números ainda podem mudar em caso de mais contratações ou saídas.

Inter perdeu 14 jogadores na janela

Somente neste meio de temporada, o Clube do Povo arrumou novos times para 14 jogadores, dando um jeito de abaixar muito os valores a serem pagos todos os meses com os salários, mesmo que alguns desses jogadores nem chegassem a entrar na folha do Inter, já que vinham de empréstimos. Outros deles tinham impacto grande nos vencimentos do time, ainda que sem grande retorno.

Confira a lista completa de atletas que deixaram o Internacional nesta janela de transferências em retorno de empréstimos e novas cessões: Heitor, Moisés, Paulo Victor, Léo Borges, Tiago Barbosa, Bruno Gomes, Rodrigo Dourado, Gustavo Maia, Marcos Guilherme, Peglow, Thiago Galhardo, Wesley Moraes, Natanael e Bruno Méndez.

Comentários do Facebook

- Publicidade -