Inter vence a primeira no Brasileirão em despedida de D’Alessandro

Em momento de reconciliação, Internacional e torcida dão show no Beira-Rio. Os colorados começaram perdendo, mas tiveram força para virar a partida. O Inter venceu a primeira em casa neste Brasileirão 2022 por 2 a 1 o Fortaleza. Gols de D’Alessandro e Alemão para o Internacional na despedida do ídolo D’Ale. O gol dos visitantes foi marcado por Yago Pikachu de pênalti no primeiro tempo.

A torcida foi um show a parte. Com luzes, muita cantoria e momento emocionantes, a torcida compareceu para homenagear o grande ídolo. Ao todo toda 36.573 espectadores no estádio Beira-Rio. Ao final, ninguém arredou o pé do estádio. D’Alessandro foi ovacionado.

Primeiro tempo

D’Alessandro começa participando muito do jogo. O Fortaleza mostrou desde o início que não veio para se defender, bastante ofensivo desde os minutos iniciais de partida, com o primeiro chute a gol aos 10 segundos de jogo. O visitante, com uma 3-5-2 acabou povoando o meio campo e forçou o Internacional a usar as laterais para o ataque.

O primeiro cartão amarelo veio logo aos 6′ para Juninho Capixaba em uma falta em D’Alessandro. Em resposta, aos 10′ o Inter mostrou ótima movimentação e chegou na área com Renê. Wesley mostrou agilidade, marcou, correu, pulou e chegou a dar de presente uma bola a D’Alessandro aos 18′, que quase armou um lindo contra-ataque. Faltou um jogador de velocidade para complementar a jogada do ídolo.

Mercado foi amarelado aos 21′ de partida para evitar uma arrancada do Fortaleza. Na sequencia Moledo tirou uma bola da pequena área que estava procurando o caminho do gol de Daniel.

O Internacional mostrou boa movimentação, triangulação e jogadas de velocidade no primeiro tempo. Aos 27′ Wesley ganhou do primeiro marcador, correu pela direita e cruzou. A bola desviou no zagueiro e quase pegou o rumo do gol assustando o goleiro do Fortaleza. No minuto seguindo mais uma jogada pela direita, cruzamento de Bustos e finalização de Wesley. A bola desviou na zaga e subiu, escanteio. Ótima jogada do Colorado que empolgou a torcida.

A melhor chance do Inter foi aos 41 minutos com Maurício. Assistência de D’Alessandro, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. O capitão ainda pediu escanteio, o replay confirmou o tiro de canto, mas o juiz decidiu, junto com o auxiliar, pelo tiro de meta.

Aos 46′ Johnny agarrou Landazuri pela cintura dentro da área e o juiz marcou pênalti para o time visitante. Amarelado, Johnny nem discutiu com o árbitro. Na cobrança Yago Pikachu chutou na direita de Daniel, que pulou par ao lado oposto.

D’Alessandro, o Mago, apareceu mais uma vez para salvar o primeiro tempo, ele ganhou de dois marcadores pela direta e chutou cruzado sem chances para o goleiro. O estádio veio abaixo, uma festa da torcida Colorada. Luzes e muita cantoria. Gol do ídolo, gol do Mago, do capitão: Andrés D’Alessandro. Primeiro tempo termina tudo igual: Inter 1, Fortaleza também 1.

Segundo tempo

Já aos 3′ o Internacional criou a primeira chance depois de um chute forte de Wesley que o goleiro deu rebote. Maurício recuperou, cruzou, mas Johnny se colocou na frente do Wesley e cabeceou pro cima do gol, tirando grande chance do centro-avante.

Aos 15′ Wesley cabeceia bem, mas o goleiro defende no centro do gol. O Internacional dominou o jogo depois do pênalti e a torcida soube reconhecer. Em pé, as arquibancadas rugiram a cara lance de perigo e a cada toque de bola de D’Alessandro.

Daniel fez grande defesa perto dos 20′ em uma chegada perigoso do time adversário. Na sequencia o interino Cauan de Almeida fez substituição tripla: Caio Vidal, Johnny e Boschilla entraram no lugar de Maurício, Dourado e D’Alessandro. Tanto os jogadores do Inter, quanto os do Fortaleza abraçaram o camisa 10 na despedida.

Wesley sentiu a coxa aos 30 minutos, pediu para sai e foi para o banco aplaudido pelos 30 mil espectadores no estádio Beira-Rio. Alemão entrou quando Boschilla preparava a bola para bater uma falta a esquerda do goleiro, mas a redonda passou por cima do gol.

De Pena quase marcou seu primeiro gol pelo Internacional em cobrança de falta que passou a centímetro do gol de Max Walef. O torcedor viu a bola la dentro, mas foi quase. Mas a noite era do primeiro gol de Alemão. Aos 44′ o atacante recém chegado colocou a pelota dentro do gol com o biquinho da chuteira.

Ao todo foram 36.573 colorados no estádio Beira-Rio para acompanhar a partida entre Internacional e Fortaleza: a despedida do ídolo D’Alessandro.

Comentários do Facebook

- Publicidade -