Lisca é o principal nome desejado para o lugar de Ramírez

Treinador tem história com o Internacional, da época de base

0

O nome mais cotado para assumir o Internacional é Lisca, do América-MG. Com passagem pelo clube no passado, onde dirigiu equipes de base, tem o apoio de grande parte dos torcedores, que acreditam que a sua animosidade é o que está faltando ao clube. Nas redes sociais, se depender dos colorados, ele já teria assinado o contrato.

Lisca tem vínculo até o fim de 2021 com o América-MG. Ele possui uma multa rescisória de R$ 400 mil, valor considerado baixo para os patamares do futebol. O treinador tirou a equipe da segunda divisão e chegou a semifinal da Copa do Brasil na última temporada, eliminando o próprio Inter da competição.

Quem pode vir além de Lisca?

Nos bastidores do Beira-Rio, o nome de Diego Aguirre ganhou força na sexta-feira (11). O profissional passou pelo Inter em 2015, quando o clube chegou nas semifinais da Libertadores. Entretanto, não é um nome que conta com apoio total dos diretores.

Vanderlei Luxemburgo foi lembrado pelos gestores do Internacional. O técnico sempre deixou claro que tem o desejo de trabalhar no clube no futuro. Aliás, o “pofexô” teve uma passagem pelo Inter na década de 1970. Emissários do clube fizeram contatos iniciais para entender qual é a situação.

Outro concorrente de Lisca ao posto de comandante colorado é Marco Silva, português com passagem pelo Everton, da Inglaterra. O departamento de futebol gostou da possibilidade, mas a adaptação ao futebol brasileiro e a falta de conhecimento em relação ao estilo gaúcho pode não ser interessante.

O Internacional trabalhará na próxima semana para acertar com um novo comandante, visando a disputa do Brasileirão e da Libertadores.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.