Mano Menezes fez campanha histórica na Copa do Brasil com o 15 de Campo Bom

Mano Menezes iniciou sua carreira como treinador no Guarani de Venâncio Aires e passou pela base do Internacional, mas foi no 15 de Campo Bom que o treinador gaúcho obteve seu primeiro trabalho de prestígio.

A equipe situada na região metropolitana de Porto Alegre estava crescendo no cenário do futebol gaúcho. No ano de 2003, o 15 acabou se consagrando vice-campeão gaúcho. A campanha levou o clube para a disputa inédita da Copa do Brasil no ano seguinte.

A trajetória iniciou com a classificação sobre a Portuguesa Santista na primeira fase. Após empatar por 1 a 1 em Campo Bom, o confronto foi decidido em São Paulo, e um novo empate por 2 a 2 classificou a equipe gaúcha.

15 de Campo Bom eliminou o Vasco

A segunda fase da competição marcou uma das vitórias mais emblemáticas do futebol gaúcho. O adversário foi o Vasco da Gama, um dos melhores times do país na ocasião. Após empatar novamente em 1 a 1, os comandados de Mano Menezes foram ao Rio de Janeiro decidir a classificação.

O 15 não sentiu a pressão de enfrentar um dos maiores clubes do país, e aplicou um histórico 3 a 0 sobre o cruzmaltino. Dauri foi o autor dos três gols da partida, e auxiliado por uma ótima atuação de Perdigão, a equipe de Campo Bom alcançou a classificação.

Nas duas fases seguintes, o clube teve menos dificuldades para avançar, e acabou eliminando o Americano (RJ), além do Palmas (TO), e após passar por cima de quatro equipes, o 15 estava nas semifinais do torneio.

O confronto emocionante contra o Santo André marcou a eliminação do time de Mano da competição. Após vencer a equipe paulista por 4 a 3 em São Paulo, o 15 disputou a segunda partida no estádio Olímpico. A classificação parecia provável, mas o Santo André surpreendeu a equipe gaúcha, e com dois gols de Sandro Goiano acabou vencendo o duelo por 3 a 1.

A campanha marcou o início da trajetória vencedora do treinador gaúcho. Depois disso, Mano obteve sucesso em diversos times, algo que levou o técnico até a Seleção Brasileira.

Comentários do Facebook

- Publicidade -