Palacios é apresentado pelo Vasco e fala sobre o Internacional

Apresentado no Vasco da Gama, o atacante Carlos Palacios falou sobre a passagem no Internacional. O chileno explicou que a adaptação não foi um problema enfrentado no clube, mas outras situações acabaram prejudicando o desempenho em Porto Alegre.

“Adaptação não foi um impedimento de forma alguma. Gostei de jogar no Inter, mas fui para a Copa América, fiquei quase três meses fora e tive três treinadores diferentes no Inter. Terminei o ano jogando bem o Brasileiro. Não foi adaptação, foram outras coisas que não vou falar. Para mim fui bem, estou tranquilo”, salientou Palacios.

O atacante destacou que não terá mais problemas com as ausências, já que o Chile não vai disputar mais jogos. Dessa forma, estará treinando juntamente com os atletas do Vasco da Gama e fará parte da evolução com o elenco e a comissão técnica.

“Eu também me refiro ao trabalho do treinador. Quando você sai, não fica muito tempo no clube, não sabe o que o time trabalhou naquele tempo. Agora não tem Copa América, o Chile não tem jogo, aí vou estar até o fim aqui, tentando fazer o que quer o treinador”, afirmou o atleta.

Palacios quer esquecer o Internacional

Carlos Palacios quer deixar a passagem pelo Internacional para trás e tem como principal objetivo a recuperação do futebol apresentado na Unión Española. Na época, o atacante era considerado um dos principais jogadores do Chile.

“Eu quero voltar a ser o jogador do Unión Española. Quero voltar a ser aquele jogador que estava lá, como promessa. Mas não quero ser só promessa, quero dar o melhor de mim. Primeiro, quero ajudar o time, esse é o principal para mim. Vou dar tudo de mim para isso”, destacou Palacios.

Comentários do Facebook

- Publicidade -