Romildo Bolzan repete Piffero e rebaixa o Grêmio

O Grêmio está oficialmente rebaixado para a Série B e a queda faz com que Romildo Bolzan repita o mesmo feito de Vitório Piffero, que conquistou o título da Libertadores da América e foi para a Segunda Divisão durante a gestão.

O ex-mandatário do Colorado assumiu o cargo pela primeira vez entre 2007 e 2010. Conquistou o título da Libertadores no último ano da gestão, que foi o segundo da história do Internacional. Na época, o clube foi comandado pelos treinadores Jorge Fossati e Celso Roth.

Piffero retornou ao cargo de presidente do Internacional em 2015 e 2016. Foi quem esteve à frente do clube durante o único rebaixamento da história do clube. Sofreu diversas acusações por supostas irregularidades e deixou de ser um dos dirigentes mais reverenciados do Colorado.

“Fico muito chateado porque acabei rebaixando o clube. Fui o presidente que participei das maiores conquistas e da maior derrota. Estou sendo penalizado pelo rebaixamento, essa é minha avaliação”, disse o ex-presidente, em entrevista ao grupo RBS.

Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan viveu algo semelhante ao que foi vivenciado por Piffero. O mandatário do Tricolor estava à frente do clube durante o título da Libertadores em 2017, mas em 2021 também fez parte da queda para a Série B.

“Temos que fazer um pedido de desculpas para a torcida. Momento triste para todos nós. Momentos que nos impõe enorme reponsabilidade. Não com terra arrasada, é recolocar o Grêmio no seu lugar”, afirmou Bolzan.

Grêmio tem uma Série B difícil pela frente

O Grêmio tem pela frente a Série B que está sendo tratada pelos torcedores como a mais difícil da história, já que tem a maior quantidade de títulos nacionais e a competição nunca teve os clubes com tanto poder financeiro quanto agora.

A edição da Série B vai contar com seis campeões brasileiros, 13 títulos brasileiros, 14 títulos da copa do Brasil e seis Libertadores da América.

Comentários do Facebook

- Publicidade -