Thaigor Janke: Moisés bate o martelo, Inter ainda negocia, mas “calote” no Corinthians é quase descartado

Das pontas que apurei sobre o avanço da ida de Moisés para o futebol russo, todas me afirmam que o negócio ainda não está fechado. Desde sexta-feira, quando chegou ao Internacional a proposta vinda do CSKA, o negócio está na mesa de dirigentes colorados e em discussão com o leste europeu. Houve avanços importantes, mas alguns entraves ainda existem e estão sobre discussão. O principal deles, envolve o Corinthians. Mesmo que a negociação seja por empréstimo, é muito improvável que o clube paulista não receba nada pela negociação.

A situação seria diferente se Moisés retornasse para o Inter, após o vínculo de empréstimo (o que não está previsto). Nos bastidores, a ideia de emprestar o jogador até o fim do contrato com o Inter (2023) e depois repassá-lo de graça ao CSKA, sem repassar valores referentes a percentual do passe para o Corinthians, é vista como arriscada. E está praticamente descartado. No patamar atual de conversa, a negociação deverá ser fechada neste molde, mas parte do valor seria passado ao clube paulista.

O que conta a favor da negociação é, também, o desejo do jogador. Moisés já manifestou a todos que valoriza a oportunidade de jogar na Europa. E quer ir. Ele, que detém parte do seu próprio passe, facilitaria esta negociação.

As conversas ainda evoluem nas próximas horas. O Corinthians acompanha a distância. Mas tudo caminha para o empréstimo do jogador. Com todas as partes sendo ressarcidas.

Comentários do Facebook

- Publicidade -