Zebras na Copa do Brasil servem de alerta ao Inter

Colorado recebe o Vitória às 21h30

0

A Copa do Brasil é conhecida por ser a competição mais democrática do futebol brasileiro. Acontece que desde a volta dos times que disputam a Libertadores, zebras deixaram de ser tão comuns quanto antes. Ainda assim, na quarta-feira (9) algumas delas desfilaram pelos gramados.

Primeiro a Chapecoense caiu para o ABC-RN, a partida de ida havia sido 3×1 para os catarinenses, que na volta tomaram 3×0. Em seguida, o Cruzeiro perdeu nos pênaltis para o Juazeirense-BA, time da quarta divisão. Na ida os mineiros haviam vencido o jogo.

A noite teve ainda as quedas do Palmeiras, derrotado em casa pelo CRB-AL após vencer o primeiro jogo fora – a eliminação foi nos pênaltis. Outro time que deu adeus foi o América-MG, contra o Criciúma. A equipe de Santa Catarina está na terceira divisão e o Coelho na primeira, é zebra sim.

Já com quatro zebras contabilizadas, o Corinthians foi eliminado pelo Atlético-GO, mas essa já era esperada. O Dragão venceu recentemente duas vezes os paulistas na casa do adversário. A vantagem era de 2×0 para decidir em Goiás.

O que isso quer dizer? O Inter deve jogar com atenção total! Além do mais, a queda de Corinthians, Chapecoense, Cruzeiro e América-MG foi ótima, todos eles sempre deram trabalho ao Colorado. E a eliminação do Palmeiras, pela força atual, também foi bem-vinda.

Zebras da Copa do Brasil servem de exemplos ao Internacional

O próprio Internacional tem um vasto histórico com zebras na Copa do Brasil, eliminações que não estavam sendo esperadas e aconteceram. Por isso, mesmo que o time tenha vencido o primeiro jogo por 1×0, não há nada garantido.

Miguel Ángel Ramírez optou por poupar vários jogadores no domingo (6) e o Vitória jogou um dia depois. Então, não há qualquer justificativa em relação aos desgastes físicos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.