Aproveitamento no Brasil: Aguirre amarga pior desempenho no Inter de 2021

0

O treinador Diego Aguirre, do Internacional, está vivendo uma das piores marcas da carreira durante a passagem atual pelo Colorado. Na temporada, o técnico tem um aproveitamento de apenas 38,4%. O contrato do uruguaio vai até dezembro de 2022.

Um dos maiores nomes do futebol sul-americano, o técnico Diego Aguirre passou boa impressão nos clubes em que treinou recentemente. No Internacional (2015), Atlético Mineiro (2016), San Lorenzo (2017) e São Paulo (2018), o treinador conseguiu manter uma porcentagem de aproveitamento superior à 55% em todos as equipes.

Porém, em sua atual passagem pelo Colorado, o uruguaio não está conseguindo apresentar os mesmos resultados e está tendo sua pior temporada por um clube do Brasil. Amargando a décima quarta posição na Série A e eliminado de todas as competições, o Inter enfrenta crise e situação pode complicar na próxima rodada.

Isso porque o Clube do Povo vai enfrentar fora de casa, no domingo (08/08), o Flamengo, que está invicto a 4 jogos, e em caso de derrota (e vitória de São Paulo, Sport e Cuiabá) o clube pode entrar na zona de rebaixamento do campeonato.

Confira o aproveitamento de Aguirre por clubes brasileiros:

Internacional – 60,42% (2015)
Atlético mineiro – 59,14% (2016)
São Paulo – 55,81% (2018)
Internacional – 38,4% (2021)

A passagem no Inter em 2015 e clubes em que Aguirre treinou

Em 2015, Aguirre deixou uma boa impressão na passagem que teve no Internacional. Além de conquistar o Campeonato Gaúcho, o técnico ainda foi longe na Copa Libertadores: O Colorado eliminou Atlético-MG e Santa Fé, e foi eliminado nas semifinais para o Tigres-MEX. No Brasileirão, foi demitido quando estava em décimo lugar, após empatar contra Ponte Preta e Chapecoense.

Além dos clubes já citados, o uruguaio treinou o Plaza Colonia, SD Aucas, Peñarol, Wanderers, Alianza Lima, Uruguai Sub-20, San Lorenzo, Al Rayyan e Al-Gharafa

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.