Brasil recebe aviso e Inglaterra pode ter vários desfalques na Copa do Mundo

A Inglaterra pode ter vários desfalques durante a disputa da Copa do Mundo no Catar e o técnico Gareth Southgate está preocupado com a situação. Isso pode acontecer por conta da recusa de alguns atletas do elenco para se vacinarem contra a covid-19.

Conforme as regras do Catar, os atletas terão que fazer testes a cada três dias e podem cumprir quarentena ao chegar no país. Caso isso aconteça, provavelmente vão ficar de fora da partida de abertura, contra o Irã.

Os ingleses devem chegar ao país no dia 15 de novembro, onde ficarão alojados no complexo de luxo “Souq al Wakrah”. A partida de estreia será realizada seis dias depois, em 21 de novembro.

O Catar prevê que visitantes não vacinados fiquem cinco dias isolados, então os jogadores ingleses que não se protegeram contra a covid-19 podem ficar fora da estreia. O período de isolamento não permitirá que eles façam parte da preparação para a primeira partida.

Apesar da possibilidade, o jornal The Times informou que o Catar deve relaxar as regras para a Copa do Mundo de 2022. Com isso, os jogadores que participarem do mundial não precisarão se isolar, mas serão obrigados a fazer testes rápidos de antígeno a cada três dias e antes de cada partida.

A notícia pode ser benéfica para o técnico da Inglaterra, Gareh Southgate, que está preocupado com a situação de seus jogadores. Ao contrário da maioria das seleções, vários atletas do elenco inglês não se vacinaram contra a covid-19.

Inglaterra pode ter dificuldades na Copa do Mundo

A Inglaterra é candidata ao título da Copa do Mundo e, caso o Catar não facilite a situação, o problema dos jogadores pode ser favorável para os outros países. O Brasil, por exemplo, pode ter mais chances de conquistar a competição com uma possível desclassificação dos ingleses na fase de grupos.

A Inglaterra é cabeça de chave e está no Grupo B da Copa do Mundo, junto com Irã, Estados Unidos e País de Gales.

- Publicidade -