Direção do Inter bate o martelo sobre o futuro de Medina

A direção do Internacional definiu a permanência do técnico Cacique Medina após o empate contra o 9 de Octubre, pela Sul-Americana. O entendimento interno é de que o time deve melhorar com a chegada dos reforços que foram pedidos pelo comandante.

O presidente Alessandro Barcellos prometeu que iria trazer peças com as caracteristicas pedidas pelo treinador, porém ainda não conseguiu se reforçar completamente no mercado. A intenção é de que o uruguaio seja avaliado somente após a chegada desses jogadores.

Por conta disso, Medina seguirá no comando do Internacional nas próximas partidas. O próximo confronto do Colorado será contra o Atlético-MG, no domingo (10), às 16h, no Estádio Mineirão, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Logo depois, o Colorado joga em curto prazo contra Guaireña (14), Fortaleza (17), Fluminense (23) e Independiente Medelín (26). É pouco provável que o Internacional faça uma mudança na comissão técnica durante esse período de jogos.

Apesar de estar dando tempo para que o técnico possa trabalhar, o Clube do Povo pode ter um ambiente insustentável nas próximas semanas. Caso não apresente resultados positivos nesses jogos de abril, o Internacional deve optar pela demissão de Medina.

Internacional deve trazer reforços

A direção segue monitorando o mercado em busca de reforços para o elenco de Cacique Medina. A intenção é de que o clube contrate pelo menos um zagueiro, um meia e um atacante. Com a chegada desses jogadores, o Internacional deve começar a análise sobre o trabalho do uruguaio.

O Clube do Povo tem até o dia 12 de abril para trazer esses atletas e alguns nomes estão em negociações avançadas com a direção. O zagueiro Vitão e o meia-atacante Alan Patrick, por exemplo, estavam próximos de fechar com o Internacional.

Comentários do Facebook

- Publicidade -