Dirigente do Corinthians diz: “deve ter entendido outra coisa”

O dirigente do Corinthians, Roberto de Andrade, falou após a partida entre Internacional e Corinthians sobre a injuria racial que toma a atenção do pós jogo da partida. No placar ficou tudo igual, 2 a 2, mas fora dos gramados o assunto é o caso de injúria racial sofrido por Edenilson por parte de Rafael Ramos.

Segundo Andrade, Ramos não pronunciou a palavra “macaco” para o jogador do Internacional. O corintiano teria dito um palavrão, mas Edenilson teria entendido errado. No entanto, o Inter confirma que o atleta prestou queixa na delegacia do estádio.

“Não vamos adiantar nada porque a gente acredita nas palavras que o Rafael Ramos disse. O Rafael disse pra ele que não falou nada de injúria racial. Ele falou ‘mano, cara… ‘ ele deve ter entendido outra coisa”

A delegação do Corinthians saiu do Beira-Rio sem Rafael Ramos, que ficou no estádio. O atleta teria pedido desculpas à Edenilson ainda no vestiário, mas o meia colorado não aceitou o pedido.

Comentários do Facebook

- Publicidade -