Executivo de futebol do Internacional traz esperanças em relação ao uso da base

William Thomas foi apresentado como novo diretor de futebol do Internacional. Uma das respostas mais chamativas da coletiva de apresentação, foi a visão do executivo sobre as categorias de base do clube.

Questionado sobre o aproveitamento dos jovens, William Thomas frisou a importância de estar informado sobre o processo de formação, como também acompanhar o dia dia do atleta:

“É ver o todo, a integralidade do projeto, estar muito bem informado e participando do processo em Alvorada, nas categorias de formação do clube. Estar muito atento ao processo de transição, como reage, como que chega e sente um menino que vem ter as primeiras vivencias na equipe principal” afirmou Thomas.

Além disso, o executivo completou afirmando que acredita no processo ao longo prazo:

“Os ciclos são muito mais longos, a continuidade de um alinhamento metodológico e de uma integração, a melhora da comunicação no que tange os processos de treino e desenvolvimento vão fazer com que o Inter atinja um ponto ótimo de aproveitamento. O clube é uma referência em formação, temos como política e característica trabalhar muito com a categoria de base”, completou.

William Thomas foi o idealizador do DIF

O trabalho de maior destaque do dirigente, foi na gestão do Athletico-PR. Um dos grandes projetos do Furacão, foi a idealização do Departamento de Inteligência do Futebol (DIF) comandada por Thomas. O sistema visava o monitoramento de análise de desempenho dos atletas pelo mundo.

Com isso, William Thomas possui experiência no filtro de bons jogadores. Isso poderá contribuir na observação dos jovens jogadores do Internacional.

Comentários do Facebook

- Publicidade -