Fluminense age nos bastidores e quer pagar menos dinheiro para o Inter

O Internacional tem alguns atletas emprestados a outros times por todo o país, alguns deles, inclusive, estão se destacando em suas respectivas equipes e podem render algum dinheiro ao Clube do Povo caso sejam vendidos ao final de suas cessões. Um dos casos é o de Nonato, emprestado pelo clube gaúcho para o Fluminense, onde vem se tornando peça chave no esquema de Fernando Diniz.

Com contrato de empréstimo se encerrando ao final desta temporada, o Tricolor das Laranjeiras quer que o atleta permaneça no Rio de Janeiro, porém, terá que abrir os cofres para conseguir efetivar a contratação em definitivo de Nonato. No contrato de empréstimo, há uma cláusula que fixa o valor de compra ao final da cessão em 2,5 milhões de dólares por 50% dos direitos econômicos do atleta.

Esse dinheiro viria em ótima hora para o Internacional, que segue se movimentando nos bastidores para uma maior saúde financeira neste momento delicado do time nesse quesito. Porém, parece que o Tricolor Carioca não tem grandes intenções de desembolsar todo esse valor para contar com o atleta em definitivo, o que pode gerar o início de mais uma novela de negociações na diretoria Colorada.

Nonato deseja permanecer no Fluminense

Pensando em diminuir os valores a serem pagos por Nonato, o Fluminense se move nos bastidores e já teria até contatado os representantes do meio-campista para tentar negociar o montante que teria que ser pago pelo atleta. O jogador ainda possui somente 24 anos, o que manteria um potencial de revenda posteriormente. Além disso, vem se destacando no esquema comandado por Fernando Diniz.

Para que o Fluminense consiga baixar os valores, talvez se apoiará na vontade do meia de permanecer no Rio de Janeiro com o time atual. Ao que tudo indica ele já teria se manifestado favorável à assinatura em definitivo com o time carioca para o clube e para seus representantes. Os moldes da possível negociação devem ser tema de ambas as diretorias já nos próximos dias.

Comentários do Facebook

- Publicidade -