Pobre Inter: técnico acha que um empate foi o melhor jogo do ano até agora

Nesta quarta-feira (16), o Internacional ficou no empate em 1 a 1 com o Brasil de Pelotas e deixou o gramado do Beira-Rio sob as vaias da torcida. Apesar das críticas, o técnico Cacique Medina afirmou que a partida foi a melhor do Colorado desde o início da temporada.

“Em um balanço do jogo, foi o melhor dos sete (jogos do Inter em 2022). Na criação, parece que houve problemas na finalização. Chegamos muito pelos lados e por dentro, mas não finalizamos. Movemos a bola, foi intenso, ficou no campo do rival, mas faltou o arremate final”, comentou Medina.

O treinador destacou a evolução que foi apresentada no confronto, mas explicou que o Internacional precisa melhorar em algumas situações. Segundo Medina, a criação de jogadas e as finalizações por parte do elenco foram detalhes que impediram a vitória.

“Hoje senti que a equipe evoluiu. Foi protagonista de todo o jogo, menos uma ou outra jogada. Precisamos melhorar em algumas situações, como o último quarto. Ficamos longe da área. Jogamos perto da área rival. Faltou melhor finalização, mais cruzamentos, mas a busca foi boa”, afirmou o técnico.

Inter: Medina criticou a arbitragem

Deixando de lado a análise sobre o desempenho do Internacional, Medina criticou a atuação da arbitragem no Beira-Rio. Para ele, a equipe que apitou o jogo parou muito e acabou favorecendo o Brasil de Pelotas.

“Não gosto de falar de arbitragem, porque é buscar desculpas onde não há. Mas concordo que é preciso dar mais dinâmica ao jogo. No jogo de hoje, se parou muito. O rival se atirou muito, faz parte do jogo deles, contra o Inter no Beira-Rio tratam de baixar a dinâmica”, explicou Medina.

Depois do empate contra o Brasil, o Internacional continua focado no Gauchão 2022 e visa a próxima rodada da competição. O Colorado enfrenta o São José, neste domingo (20), às 20h30, no Estádio Passo d’Areia, pela 8° rodada do estadual.

Comentários do Facebook

- Publicidade -