Inter quer tranquilidade no duelo de ida contra o Melgar pela Sul-Americana

O Internacional tem duelo decisivo pelas quartas de final da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira (04). O time comandado por Mano Menezes vai até Arequipa para enfrentar o Melgar, pela partida de ida desta fase da competição. O time, no entanto, não quer entrar em campo com a mesma postura da última fase no torneio, aprendendo com erros do passado para se classificar.

Depois do sufoco contra o Colo-Colo nas oitavas, quando o Clube do Povo perdeu a primeira partida por 2 a 0 e saiu perdendo a segunda, tendo que buscar uma virada épica, a comissão técnica já não tem mais interesse em toda aquela novela de heroísmo que envolveu a última classificação. Atualmente, o Internacional quer entrar diferente na casa do adversário para evitar sustos.

“Sabemos que temos que chegar muito fortes. É um primeiro jogo de mata-mata. Já demos uma chance ao nosso adversário, não queremos repetir isso. Precisamos entregar mais no primeiro jogo, competir mais para não deixar tudo para nossa casa”, explicou Mano Menezes em entrevista coletiva.

Internacional não quer dar brecha para o adversário

O Internacional atualmente aparece como favorito para a disputa, tendo em vista o momento do time e também a disparidade do futebol brasileiro com os demais países do continente Sul-Americano. Porém, em jogos mata-mata, onde detalhes fazem a diferença, não há espaço para erros, e jogadores tem que lidar com a pressão do estádio adversário pulsando.

“É complicado porque mata-mata são dois jogos que a gente não pode dar brecha, ainda mais no primeiro, que é um jogo fora de casa. A gente vai tentar segurá-los lá e fazer nosso jogo. Estudar bem a equipe deles. A gente sabe que tem o jogo da volta ainda, então são dois jogos e muita coisa tem para acontecer”, disse o meia Maurício em entrevista ao GE.

Comentários do Facebook

- Publicidade -