Inter sofre no fim, mas empata com América-MG

0

O Internacional empatou com o América Mineiro por 1 a 1 na noite deste domingo (27), no Independência, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do confronto foram marcados por Ribamar e Rodrigo Dourado.

Com o resultado, o Colorado estagnou na décima terceira colocação somando nove pontos em sete jogos. Como próximo compromisso, o Inter recebe o Palmeiras no Beira-Rio na próxima quarta-feira (30), às 19h.

Foto: Reprodução Twitter/Internacional

Melhores momentos de América-MG x Internacional pelo Brasileirão

Extremamente vertical, o Inter não conseguia capitalizar a alta intensidade na primeira etapa muito devido às deficiências técnicas. O time se apresentava muito afobado em campo, especialmente com Thiago Galhardo na frente. Foram apenas duas finalizações nos 45 minutos iniciais, uma delas bem perigosa com Johnny, logo no começo.

Lá atrás, o Colorado sofria com a bola aérea – e foi assim que o Coelho abriu o placar. Aos 33′, Juninho Valoura recebeu livre na esquerda e, com muito espaço, fez um cruzamento perfeito. Ribamar se antecipou ao estático Cuesta e testou firme para o gol.

Para tentar consertar os erros da escalação inicial, Diego Aguirre promoveu um pacotão de mudanças para a segunda etapa: Pedro Henrique, Edenilson e Yuri Alberto entraram no lugar de Lucas Ribeiro, Johnny e Lucas Ramos, respectivamente.

Só que a defesa colorada voltou a sofrer com os mesmos problemas do primeiro tempo. Através de muita movimentação, Ribamar infernizava a vida dos defensores se antecipando e ganhando todas as jogadas. O camisa 9 até chegou a marcar mais uma vez, mas o juiz acabou anulando devido a um toque no braço no lance.

Aos 31′, o empate veio com um golaço atraves de bonita jogada trabalhada. Maurício, Yuri e Edenilson conseguem boa triangulação e a bola termina em Rodrigo Dourado, que manda a bola colocada no ângulo.

O Colorado viveu momentos tensos ao final da partida. O goleiro Daniel, que vinha fazendo uma excelente partida, tomou uma bolada na cara e não conseguiu voltar pro jogo. Como Aguirre já havia feito as cinco alterações, restou ao treinador colocar Edenilson para defender a meta.

Só que a equipe de Vagner Mancini não conseguiu infiltrar na sólida retranca colorada. Os americanos apelaram para bolas aéreas, sem sucesso, e o arqueiro improvisado conseguiu sair ileso sem grandes sustos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.