Internacional observará Vasco, Cruzeiro e Botafogo antes de virar SAF

O Internacional ficará de olho no desenvolvimento dos clubes que se tornaram empresas e foram adquiridos recentemente. Cruzeiro e Botafogo já foram comprados e estão em processo de reformulação, enquanto o Vasco da Gama ainda precisa aprovar o investimento na SAF do clube. Caso funcionem esses novos modelos de gestão, o Colorado pode adotá-lo também.

Primeiro grande clube brasileiro a passar por esse processo, a Raposa tenta se reerguer com a nova gestão. O ex-jogador Ronaldo adquiriu 90% das ações da SAF do clube por R$ 400 milhões, em dezembro de 2021. Depois de ultrapassar os R$ 1 bilhão de dívidas, o time mineiro tem a esperança de sair da péssima situação.

Na sequência, o Glorioso seguiu o mesmo caminho da equipe de Belo Horizonte. O empresário americano John Textor comprou os mesmos 90% das ações do Fogão por R$ 410 milhões. Em momento esportivo melhor que o adversário, o time carioca tenta se levantar já na Série A, e promete alto investimento nesta temporada.

Agora, o Cruzmaltino aguarda a aprovação do conselho do clube para também receber um investimento. A 777 Partners, grupo que tem ações de Genoa e Sevilla, quer pagar R$ 710 milhões por 70% da SAF. Caso se concretize a operação, pode ser a mais bem sucedida do futebol brasileiro.

Enquanto isso, o Internacional observa

É natural que haja uma empolgação das torcidas desses grandes clubes brasileiros após receberem altos investimentos. Porém, como qualquer empresa, o dinheiro inserido nos times precisa ser bem administrado. Tornar-se uma SAF pode salvar as equipes que sofrem com más administrações, mas não é garantia de sucesso.

Por isso, o Inter aguarda o desenvolvimento desse processo nos adversários. Se o resultado for positivo, o Clube do Povo, assim como outros tantos, passa a ver com bons olhos um investidor.

Comentários do Facebook

- Publicidade -