Internacional faz as contas e precisará de R$ 50 milhões

Os destaques do Internacional nesta temporada não pertencem ao clube. Para manter as principais peças do time de Mano Menezes, a diretoria precisará abrir os cofres para adquirir os atletas em definitivo. O valor a ser desembolsado pelo Colorado é de aproximadamente R$ 50 milhões.

Atuais titulares da zaga colorada, Bruno Méndez e Vitão têm seus vínculos no Beira-Rio se encerrando agora no meio do ano. Já Wanderson, peça ofensiva importante nos últimos jogos, tem contrato até o fim da temporada.

Para ficar com o uruguaio de 23 anos, o Clube do Povo precisará adquirir, pelo menos, metade dos direitos econômicos do jogador. Para negociá-lo, o Corinthians pede, no mínimo, 3,5 milhões de dólares (R$ 17 milhões). A direção negocia a permanência dele.

Companheiro de zaga de Méndez, o camisa 44 vive uma situação um pouco diferente. Com o contrato chegando ao fim em julho, é provável que ele tenha o vínculo renovado até dezembro. Depois disso, a opção de compra para tê-lo em definitivo é de 2 milhões de euros (R$ 12 milhões).

Quanto ao atacante, será preciso desembolsar uma quantia maior. O empréstimo do camisa 11 se encerra em dezembro, depois disso será necessário pagar 4 milhões de euros (R$ 20,8 milhões) ao Krasnodar, da Rússia, para mantê-lo.

Destaques do Internacional

Após começo de temporada oscilante, Méndez recuperou o bom futebol e, hoje, é titular da zaga colorada. Assim como Vitão, que foi contratado no fim da última janela e ganhou espaço nos últimos jogos com Mano Menezes.

Da mesma forma que o camisa 44, Wanderson rapidamente cavou uma vaga na equipe titular. O ponta era a opção de velocidade que faltava para a equipe e foi tão pedida por Alexander Medina no começo do ano.

Comentários do Facebook

- Publicidade -