Mano Menezes revela como pensa o futebol e o que deseja aplicar no Internacional

O técnico Mano Menezes foi apresentado no Internacional nesta quarta-feira (20). O comandante falou sobre a forma que deseja aplicar o estilo de jogo no Internacional e revelou que pensa o futebol de uma forma bem completa.

“Eu penso o futebol de forma bem completa. Não conheço times vencedores que se comportem só de forma reativa. Não conheço times vencedores que só se comportam ofensivamente. Não conheço times vencedores que só propõe, porque o adversário pode propor melhor e nesse dia você vai ter que ter outro tipo de solução”, salientou o treinador.

Recentemente, Mano Menezes deu uma declaração para falar sobre a filosofia errônea dos clubes brasileiros e o Internacional se encaixava no perfil citado. Segundo ele, os times costumam viver em constante transformação e dependentes dos novos treinadores.

“Eu disse que achava saudável que o Internacional buscasse uma filosofia para o clube, sempre defendi isso e um dos grande problemas que nossos clubes tinham era que nós vivíamos em constante transformação e isso faz com que ande em círculo e todos sabemos as consequências disso”, comentou o técnico.

A direção demonstrou interesse em seguir uma filosofia para o clube e isso deve ser seguido a partir da chegada de Mano Menezes. O comandante teve o primeiro dia de Internacional nesta terça-feira e ainda vai traçar suas ideias com os outros funcionários do Colorado.

A declaração de Mano Menezes sobre a filosofia dos clubes

Recentemente, o técnico Mano Menezes criticou a falta de filosofia nos times do futebol brasileiro. Segundo ele, os clubes deixavam isso a mando do treinador e mudavam o estilo constantemente com base em mudanças na comissão técnica. A declaração ocorreu dias antes da demissão de Medina.

“Eu sempre defendi que os clubes brasileiros tinham como maior defeito não ter uma filosofia. Essa filosofia sempre ficou a cargo do treinador, e isso causa uma falta de evolução, pois, a cada insucesso, se troca de técnico e se traz outro com outra filosofia”, comentou o treinador, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Comentários do Facebook

- Publicidade -