Medina foi chamado para reunião após o Inter empatar em casa

Alexander Medina foi chamado pela diretoria do Internacional para falar sobre o último resultado do time. O empate contra o Brasil de Pelotas em 1 a 1, não agradou o departamento de futebol, que questionou as decisões do técnico. Na oportunidade, o uruguaio tirou Gabriel e Paulo Victor.

Na tarde desta quinta-feira, a diretoria conversou com o técnico para tentar entender as decisões tomadas. As trocas feitas não foram do agrado do departamento de futebol, que entendeu que o time piorou no jogo, tendo perdido o meio de campo.

No segundo tempo da partida, o treinador tirou o volante para colocar D’Alessandro, e depois trocou o lateral por Boschilia. O meio-campista fez bom jogo, enquanto o ala oscilou, porém foi o responsável pela assistência do gol de Taison.

Problemas seguem no Inter, Medina comentou

O Colorado tropeçou em casa novamente, desta vez contra o Brasil de Pelotas. O desempenho da equipe no início de trabalho da comissão técnica não tem agradado. Os torcedores chegaram até mesmo a vaiar a equipe contra o Novo Hamburgo.

Novamente, os obstáculos do Clube do Povo foram a falta de criatividade e as falhas defensivas. A equipe encontra dificuldades em furar as defesas adversárias e sofre com os contra-ataques pelos lados do campo, tanto pela ala direita, quanto pela esquerda.

Além disso, algumas escolhas do treinador vêm sendo questionadas. Medina tenta algumas improvisações que não têm dado certo.

“Falta melhorar algumas coisas. Como no último quarto. Onde se definem as partidas. Estamos muito lentos na nossa área. E jogamos muito perto, muito tempo. Faltou melhores tomadas de decisões. Melhores finalizações. Muito mais presença dentro da área”, comentou o técnico.

Comentários do Facebook

- Publicidade -