Moisés é um dos mais azarados do Inter e não deve mais ser titular

A atuação de Moisés na partida do último sábado (21), contra o Cuiabá estava sendo segura. Contudo, o lateral parece não ser provido de sorte e novamente se envolveu em um lance decisivo a favor do adversário. No início da segunda etapa, o camisa 20 cometeu a falta que originou o gol de Valdívia, algo que gerou indignação na torcida alvirrubra.

Entretanto, seria injusto depositar a culpa do empate apenas no lateral-esquerdo. Apesar da falta infantil foi o arqueiro colorado que falhou no lance. Valdívia cobrou no meio do gol e Daniel se atrapalhou para defender. A bola passou abaixo de seus braços e lentamente atravessou a linha do gol.

De forma inevitável, a torcida descarregou as críticas no lateral-esquerdo. O jogador não atuava como titular desde o ingresso de Mano Menezes ao comando técnico, e em sua primeira oportunidade acabou prejudicando o time com a falta que originou a abertura do placar para os mato-grossenses.

Moisés deverá seguir como reserva

Além das críticas rotineiras ao camisa 20, um motivo que fortalece sua saída do time é a boa fase de Renê. Antes do lateral chegar, Moisés era titular absoluto, mas acabou se lesionando no GreNal da primeira fase do Gauchão. Com isso, Mercado e Heitor vinham sendo improvisados, o que ocasionou no ingresso de Renê como titular. O jogador contratado junto ao Flamengo não decepcionou e tem sido um dos líderes defensivos da equipe.

Outra evidência de que Moisés está perdendo espaço é a mudança de posição que o comandante da equipe realizou com o lateral. Após a firmação de Renê na equipe, o camisa 20 regressou a equipe como zagueiro improvisado, por conta dos inúmeros desfalques no setor.

Titular há cerca de dois anos, Moisés possui vínculo com o Colorado até o fim de 2023 e deverá ser mantido ao menos como opção.

Comentários do Facebook

- Publicidade -