Pedro Ernesto bate o martelo sobre o goleiro do Inter: “frangueiro”

O jornalista Pedro Ernesto falou sobre o desempenho do goleiro Daniel. O atleta de 28 anos cometeu uma falha na partida contra o Cuiabá e teve responsabilidade direta sobre o empate em 1 a 1, pela sétima rodada do Brasileirão.

“Daniel mostra méritos importantes. Quando o adversário entra sozinho, ele cresce e promove milagres. Só que ele toma gols comprometedores”, comentou o jornalista, em sua coluna na GaúchaZH.

Pedro Ernesto relembrou outras falhas de Daniel na temporada e destacou que ele teve interferência nas duas eliminações do Colorado (Gauchão e Copa do Brasil).

“Foi assim contra o Globo. Foi o início de um dia de grandes fiascos da história colorada. Uma bola fácil no meio do gol e passou entre suas pernas. No GreNal do Beira Rio, o gol de Bitello foi um frangaço. Depois, fez um pênalti numa saída estabanada. Naquele 3 a 0, o Inter saiu do Gauchão como já tinha saído com forte contribuição dele na Copa do Brasil”, salientou o comentarista.

Ernesto disse que o arqueiro não pode continuar cometendo esses erros na titularidade do Internacional. O atleta foi responsabilizado pelo empate que colocou o clube na 11° posição, com 10 pontos em sete partidas.

“São erros importantes que não podem fazer a rotina de um grande goleiro. E, depois do erro de Daniel, veio apenas o empate, o quarto consecutivo, resultado que não leva a nada”, afirmou o goleiro.

Inter focado na Sul-Americana

O Internacional virou a chave na temporada e agora está focado na partida decisiva pela Copa Sul-Americana. O time de Mano Menezes enfrenta o 9 de Octubre, nesta terça-feira (24), às 21h30, no estádio Beira-Rio, pela sexta rodada da fase de grupos da competição continental.

O Colorado tem a mesma pontuação do Guaireña e um gol a mais no saldo. Para conquistar a classificação para a próxima fase, precisa no mínimo apresentar um resultado igual ao do adversário direto.

Comentários do Facebook

- Publicidade -