Comentarista lembra que o River Plate realizou desejos do Inter

O Internacional mostrou presença no mercado de transferências e teve uma postura condizente com a do River Plate. No fim das contas, o time comandado por Gallardo realizou todos os desejos do Colorado na janela e trouxe dois reforços de peso.

Em um primeiro momento, o River Plate vendeu Julián Alvarez ao Manchester City por US$ 24 milhões. A transferência mais relevante do Internacional na temporada (Yuri Alberto) foi por um valor menor e para um clube com menos visibilidade.

A postura do River Plate no mercado foi comentada pelo comentarista Leonardo Oliveira. O jornalista ressaltou que os argentinos realizaram todos os interesses do Internacional na janela de transferências.

“O negócio mostra o quanto o River está com fôlego e um passo bem à frente do Inter. Os argentinos venderam Julián Alvarez ao Manchester City em um negócio que envolveu US$ 24 milhões. O Inter, por 65% de Yuri Alberto, receberá cerca de US$ 21 milhões”, disse o jornalista

“Gallardo colocou como exigência para renovar por mais um ano a formação de um time capaz de acabar com a hegemonia brasileira na Libertadores, que vem desde 2019, com Flamengo e Palmeiras. Perdeu Carrascal para o CSKA, mas já havia trazido de volta, por exemplo, Juan Quintero”, afirmou.

O River Plate ainda disputou a contratação de Ezequiel Barco e Taty Castellanos com o Internacional. Os argentinos tiveram mais sucesso nas tratativas e acertaram com o primeiro, enquanto estão muito próximos de trazer o destaque do New York City FC.

Inter superou o River Plate apenas uma vez

O único momento em que o River Plate ficou atrás do Internacional foi na tentativa de contratação de Fabricio Bustos. Os dois clubes buscaram pelo jogador, mas o Colorado acabou tendo sucesso na aquisição do destaque do Independiente.

Em busca de um reforço na posição, o técnico Gallardo acredita que vai suprir o setor com a contratação do ex-Inter Renzo Saravia. O jogador está fora dos planos do Porto e negocia um acordo com os argentinos.

Comentários do Facebook

- Publicidade -