Sul-Americana pode voltar a TV aberta, mas não em 2022

A Copa Sul-Americana pode voltar a ter transmissão em TV aberta. A Rede TV apareceu interessada nos direitos da competição e fez uma proposta recentemente. O prazo para a entrega das ofertas à Conmebol encerrou na quarta-feira (20) e o vencedor deve ser divulgado nesta semana.

A Rede TV realizou estudos nos últimos meses para contar com a transmissão da Copa Sul-Americana. De acordo com o portal ‘Notícias da TV’, a emissora estava disposta a fazer uma proposta de até R$ 50 milhões para ter os direitos de imagem da competição.

Em 2019, a Rede TV fez investimento no esporte e acabou acertando a transmissão da Sul-Americana. Após a experiência, a emissora tem o entendimento que esse tipo de acordo acaba chamando novos telespectadores para a emissora.

Por conta disso, a Rede TV está agindo com força para ter a transmissão da competição continental. Caso consiga um acordo, a emissora terá os direitos do torneio, em TV aberta, entre 2023 e 2026 (não valerá para a atual temporada).

A disputa pelos direitos também ocorre na Libertadores

Na Libertadores, a Globo e o SBT travam disputa forte para contar com a competição continental. Essas são as duas empresas que mais interessam a Conmebol, por conta do retorno aos patrocinadores do torneio.

A concorrência dos direitos de transmissão da Libertadores é livre, então uma proposta financeiramente maior não garante a vitória. A Conmebol pode levar outros fatores para a escolha, por esse motivo a Globo e o SBT aparecem como favoritos.

Além do dinheiro, a Conmebol também quer a exibição dos parceiros durante a transmissão. A Globo não fazia isso quando tinha o contrato, mas o SBT acabou mostrando as marcas desde o início da trajetória com a Libertadores, em 2020.

Comentários do Facebook

- Publicidade -