Tamanho não é documento! Mano conta o que avalia nos jogadores do Inter

Durante a participação no programa Donos da Bola RS, Mano Menezes foi questionado sobre a baixa estatura dos jogadores que possui para o sistema defensivo. O treinador afirmou que não acredita que esse seja o problema da equipe, mas reforçou a necessidade de força nas disputas de bola aérea.

O tema ja é debatido há um tempo, por conta da frequência de gols pelo alto, na qual a equipe vem sendo vítima durante a temporada. Mano brincou com a pergunta e ironizou antigos métodos para identificar a altura dos jogadores:

“No passado tinham estabelecido uma régua no Beira-Rio, que quem tinha menos de 1,80m não era aprovado. Eu não sou tão radical assim e o futebol hoje tá muito voltado para a velocidade de execução, então o jogador não precisa ser grande para estar jogando. Mas, estatura faz diferença no jogo da bola parada, na defesa, às vezes no ataque, na imposição de um jogo de Libertadores e Sul-Americana, que tem mais contato físico”, afirmou o treinador.

Mano Menezes ressaltou a evolução física no futebol

Além de não fugir do questionamento sobre a equipe, o treinador completou a resposta ressaltando a necessidade de se adequar às mudanças físicas que o futebol vem obtendo:

“A gente não pode desconsiderar que o futebol ficou muito físico. A gente tem que estar preparado para isso. O sujeito não precisa só ser grande para ser importante, ele pode ser forte, sem ser só grande”, completou Mano.

O programa da TV Bandeirantes foi ao ar nesta terça-feira (10) e abordou temas como questões físicas da equipe, possibilidade de jogadores atuarem juntos, história do treinador, dentre outras situações.

Comentários do Facebook

- Publicidade -