Thaigor Janke: De Pena possui um documento assinado, que o garante no Inter em 2023

Os bons desempenhos de Carlos De Pena, no Internacional demandam uma cobrança em cima da direção para que se avance no processo de renovação contratual do jogador. Emprestado pelo Dynamo de Kiev, De Pena tem contrato com o Inter até o fim do ano. Depois, fica livre no mercado, já que tem o seu vínculo com o clube ucraniano encerrado também. Alguns clubes sondaram o jogador, entre eles o Corinthians. Mas um documento assinado pelo atleta e pelo clube garante a permanência dele em 2023, mediante algumas cláusulas. O Inter, entretanto, quer mais do que isso.

Ao assinar o empréstimo com o Inter, De Pena assinou também um termo de compromisso. Este termo de compromisso garante que o jogador terá, a partir de algumas metas de produtividade, o contrato renovado de maneira automática, por mais um ano. Os dirigentes do Inter não abrem o jogo sobre quais são estes objetivos. Mas normalmente, eles estão ligados ao número de partidas realizada pelo jogador. O que se garante é, De Pena irá atingir esta cláusula. Logo, legalmente, não existe o risco de outra equipe ficar com ele na próxima temporada.

Só que este documento não deixa o Internacional satisfeito em relação ao jogador. Isto porque De Pena vem sendo um dos destaques da equipe e o vínculo só é garantido por mais um ano. Dentro disto, a direção trabalha paralelamente com o jogador para elaborar um contrato mais forte. Com maior duração, maior salário e maiores garantias ao Inter. Também com o objetivo de valorizar o atleta que se deu muito bem no Beira-Rio.

Além do Corinthians, o América do México também sondou a situação de De Pena. Outros clubes do Brasil buscaram informações. Mas o próprio jogador admite nos bastidores, que o desejo dele é ficar. Mesmo que não existisse um termo assinado para a temporada. De Pena garante que está feliz em Porto Alegre e por aqui quer ficar.

Comentários do Facebook

- Publicidade -