Thiago Galhardo e Yuri Alberto jogando juntos? Aguirre esclarece

0

Thiago Galhardo e Yuri Alberto podem jogar juntos? É uma questão que o torcedor colorado se faz até hoje. Em entrevista coletiva após o duelo contra o América-MG, o treinador Diego Aguirre contou como planeja utilizar os dois atletas.

“Eu gosto de jogar com um centroavante, mas vamos vendo jogo a jogo”, revelou Aguirre. “Às vezes, como hoje que perdíamos a partida e precisávamos fazer o gol, é uma alternativa válida. Dificilmente eu começarei o jogo com dois centroavantes que tem características similares”.

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2020/21, Galhardo tem desapontado recentemente: apenas um gol nas últimas 10 partidas. Com a má fase do centroavante, Yuri Alberto tomou conta do ataque colorado e já marcou tentos importantes para o time – caso do confronto fora de casa contra o Olimpia, pela Libertadores.

Na coletiva, o treinador também comentou sobre as mudanças na escalação. O uruguaio decidiu poupar parcialmente Yuri Alberto e Edenilson, que constantemente vinham sendo titulares e acabaram apresentando um desgaste físico elevado.

“Faz parte de um planejamento, a competição é muito exigente. No caso de Yuri e Edenílson, a ideia foi cuidar um pouco deles para que jogassem no segundo tempo. São muitos jogadores com lesões. É um momento muito delicado para assumir algum risco desnecessário”, disse Aguirre.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Confira outros trechos da coletiva de Aguirre

Bola aérea defensiva

Aguirre: “Temos alguma dificuldade, vamos trabalhar. Não temos muito tempo porque tem a recuperação dos jogadoeres e jogos imediatamente. Temos que melhorar porque às vezes você merece ganhar o jogo e pode tomar um gol de bola parada e perder.

Como conciliar a ausência de jogadores e a necessidade do resultado

Aguirre: “Não é fácil. Temos muitas coisas pra fazer e não temos tempo ou espaço, é ir jogo a jogo. Temos uma sequência de 4 jogos com rivais diretos. Espero que o time tenha uma boa resposta e vamos continuar evoluindo. Nós tentamos dar nossa ideia de time, mas tem que ser um pouco devagar também, não pode mudar muita coisa”.

Importância de Rodrigo Dourado 

Aguirre: “Estou feliz por Rodrigo. Tenho uma relação especial com ele. Era um menino quando o colocamos no time e nunca mais saiu. Fez um grande jogo, teve dificuldades, lesões em momentos difíceis. Se ele está bem, não há ninguém melhor para a posição. Ele joga muito, luta, tem personalidade. Quero ajudá-lo para que volte a ser um líder”.

Utilização dos jovens da base

Aguirre: “Gostei muito do Vinícius Mello. Entrou, lutou e ajudou muito o time. Acho que pode ser um jogador importante. São muitos jogadores novos que aos poucos vão pegando experiência, com certeza vão melhorando. A ideia é essa. Fico feliz que todos os meninos estão aqui lutando por um lugar e seguramente vão nos dar muitas alegrias”.

Preparação física

Aguirre: “A preparação é boa. Não sei o que fizeram anteriormente. Estamos há uma semana aqui, com poucos dias de trabalho, mas queremos intensidade, pressão, muita entrega de time. Mas temos que ter cuidado porque são muitos jogos, às vezes é difícil manter o nível físico se você não mudar os jogadores”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.